CODFISH WATERS

Situação social

Posted in Portugal by Francisco Camarate de Campos on 23 Maio, 2008

A União Europeia acaba de publicar um relatório sobre a situação social nos países da comunidade (ssr2007). A notícia nos jornais foi que Portugal é o país da União que tem um maior nível de desigualdade, medido através do coeficiente de Gini. Este dado é preocupante, sobretudo pela diferença clara face aos restantes países em estudo. Apesar de absolutamente mau, este indicador tem que ser lido com certo cuidado (e não, não é porque os dados são de 2004).

Em primeiro lugar, está uma questão da relevância da desigualdade para o desempenho económico. O relatório da União Europeia deixa entender por meias palavras que menor desigualdade implica maior crescimento económico. Na realidade, os estudos que tem sido feitos sobre o tema são muito contraditórios e há resultados para todos os gostos. Por exemplo, Forbes conclui que falta de equidade é bom para o crescimento (forbes). Por outro, Alesina e Rodrik, sugerem exactamente o contrário (alesina). E, mais interessante, Banerjee e Duflo indicam que mudanças na desigualdade em qualquer dos sentidos (para mais ou para menos), são associadas com menor crescimento no período seguinte (banerjee). Assim sendo, não é claro que a maior desigualdade seja explicação para a fraca performance económica portuguesa. E certamente nada nos diz que mais desigualdade seja sinónimo de socialismo, como indica o Atlântico (veja-se por exemplo o caso dos EUA, ou em contraste a Suécia).

Para além disso, é preciso não ficarmos pela página 4 de um relatório de 199 páginas. A desigualdade portuguesa compara de uma forma favorável com os restantes países mais pobres da União (particularmente os de Leste) num ponto fundamental: estes países combinam mais equidade com maiores níveis de pobreza do que Portugal, o que indica que têm mais pobres como percentagem da população e os ricos são menos ricos. Ora, isso não é mau, quase que diria que até é relativamente bom.

 Índice Gini, 2004

 

Percentagem da população com rendimento abaixo de 60, 50 e 40% da mediana do rendimento disponível da União Europeia, 2004

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: