CODFISH WATERS

A última fronteira

Posted in Uncategorized by António Luís Vicente on 28 Junho, 2008

O último número da New York Review of Books tem um artigo sobre alguns avanços recentes no conhecimento do cérebro. Entre vários temas, o artigo aborda as fascinantes experiências realizadas pelo neurocientista V.S. Ramachandran para aliviar a dores causadas pelos chamados “phantom limbs”. Pessoas que perderam um braço ou uma perna sofrem por vezes dores insuportaveis nos membros desaparecidos.

…the brain creates a “phantom” limb in an apparent attempt to preserve a unified sense of self. For the patient, the phantom limb is painful. The brain knows there is no limb; pain is the consequence of the incoherence between what the brain “sees” (no arm) and the brain’s “feeling” the presence of a phantom that it has created in its attempt to maintain a unified sense of self in continuity with the past. Such pain is not created by an external stimulus and cannot be eliminated by painkillers.

V.S. Ramachandran teve a simples mas genial ideia de usar um jogo de espelhos para criar no paciente a ilusão de que o membro amputado ainda lá está. Ao criar-se esta ilusão a dor desaparece. O mais extraordinário é que, obviamente, o paciente tem consciência de que o que está a ser feito é um truque, mas a um qualquer nível do processo cerebral, consegue-se “enganar” o cérebro. 

Para além do bem estar destes pacientes, esta experiência abre novos caminhos para a compreensão dos mecanismos da consciência. Mas o melhor mesmo é ver a fascinante conferência que Ramachandran fez nas TED Talks:

The Earth is Flat

Posted in Uncategorized by António Luís Vicente on 28 Março, 2008

A tarefa mais difícil de um historiador é especular sobre o contexto e as atitudes de um determinado período. Mas por vezes o presente oferece um vislumbre do passado. Observar certas tribos ainda hoje existentes permite, por exemplo, compreender melhor a vida no neolítico. Este vídeo permite-nos perceber melhor como seria um debate científico circa 1550: 

(via Boing Boing)

Tagged with: , ,